Logomarca

Saúde

Voltar
Facebook Twitter

Janeiro Branco

imagem

O Janeiro Branco foi criado em 2014 com a finalidade de realçar a importância do cuidado com a saúde mental e emocional. 

É grande o desconhecimento ou o pré-conceito em relação ao campo mental e as emoções. Ir ao psicólogo ou psiquiatra é “coisa de gente doida” e, o adoecer nestas áreas, é visto como frescura, falta de serviço ou até falta de Deus. O sofrimento psíquico e emocional são relegados até que se tornem físicos - a chamada somatização. E aí, começam as buscas por um diagnóstico, onde, muitas vezes, não acontece porque não existe a doença em si, e sim, um corpo gritando por socorro mental ou emocional. Vale destacar aqui que, se muito negligenciado, este grito pode acabar virando doença mesmo. 

Mas, por que as pessoas ainda têm receio de dizer que vão ao psicólogo? Por que ainda nos ocupamos só do externo e deixamos nosso interior - pensamentos e sentimentos - para último plano?  Fazemos nosso checkup anual: vamos ao médico, controlamos nossa alimentação, fazemos exercício, fazemos propósitos para o novo ano, mas por que temos medo de olhar para dentro de nós mesmos? A saúde mental e emocional gritam por socorro. 

O número de pessoas com estresse, ansiedade, depressão, distúrbio do sono, do humor, uso de entorpecentes, relacionamentos abusivos, suicídios vem crescendo assustadoramente. O homem foi buscando maneiras confortáveis de estar no mundo e esqueceu que é necessário olhar para dentro e encontrar conforto também dentro de si. 

O que você tem feito com suas questões emocionais? Você as reconhece ou ignora? Terceiriza a  responsabilidade pelo que sente ou assume, investiga e se dispõe a fazer diferente? 

E com relação aos pensamentos, como você cuida deles, como os alimenta? Faz uma ponderação crítica sobre os mesmos e suas verdades? Compreende que a verdade é relativa e dinâmica? Que você não é o mesmo do ano passado nem física, mental e emocionalmente? 

Comece a se fazer as seguintes perguntas em diferentes lugares e situações: 

# como está meu corpo? 

# o que estou sentindo? 

# o que estou pensando? 

E vá prestando atenção nas respostas. Busque se conhecer e entender o que se passa em seu intimo. Você não tem que dar conta de tudo sozinho e nem atender expectativas alheias. Busque apoio especializado para olhar de forma amorosa para você. Tenha um psicólogo para chamar de seu! Com este ato de coragem você terá com certeza um feliz ano todo! 

Até breve!

Renata Borges da Costa - Psicóloga

CRP 04/15119

Rua João Morato de Faria, 172 sala 308 Ed Manhattan Centro

Tel. : (37) 9 9987-2853

Dúvidas ou interesse em saber sobre algum assunto? Envie-nos um email : comercial@candidesfm.com.br


Fonte: Renata Borges da Costa - Psicóloga