ESPORTE

Logomarca

NOTÍCIAS - ESPORTE

Guarani é tri campeão do Módulo 2

05/05/2018

imprimir Facebook Twitter Google
Capa

O Guarani conquistou o tri campeonato Mineiro do Módulo 2 ao empatar por 1 a 1 com o Tupynambás, neste sábado (5), no Farião, em Divinópolis. Por ter feito a melhor campanha entre todos os participantes na primeira fase e de ter ampliado ainda mais ao vencer o primeiro duelo por 1 a 0 em Juiz de Fora, o Bugre poderia até perder por um gol de diferença para sagrar-se campeão.  

O adversário saiu na frente aos 34 minutos do primeiro tempo com Yan, deixando os torcedores do Bugre apreensivos nas arquibancadas, já que o Tupynambás precisa de mais gol para estragar a festa divinopolitana.

E foi assim até os minutos finais do jogo, quando brilhou a estrela de Léo Torres que entrou na etapa final para marcar o gol de empate aos 44 minutos e explodir o Farião de alegria.

"Esses dias eu perdi a minha avó, ela que sempre me incentivou e disse quando eu vim pra cá (Divinópolis) que eu iria brilhar", contou emocionado Léo Torres após o apito final.

O estádio ficou lotado, já que os 4.170 ingressos colocados à venda foram todos vendidos. Os torcedores invadiram o campo para comemorar com os jogadores e deram um exemplo de cidadania ao aplaudirem também os jogadores do Tupynambás durante a entrega da premiação.  

O capitão Wagner, que não jogou a final por motivo de contusão, ergueu a taça e em seguida os atletas deram a tradicional volta olímpica no gramado. Para coroar o feito o grupo de jogadores, comissão técnica e diretoria desfilaram no caminhão do Corpo de Bombeiros, sendo ovacionados por onde passavam.

Parabéns Guarani pelo acesso à elite do futebol mineiro, pelo título que coroou a belíssima campanha neste Módulo 2, nos proporcionando o terceiro caneco da competição: 2002, 2010 e 2018.

Ficha técnica do jogo

Campeonato Mineiro – Módulo II – Final (segundo jogo) – Guarani 1×1 Tupynambás (agregado 2×1)

Guarani – Técnico: Gian Rodrigues

Leandro; Ricardo e Thiago Balaio; Wagner Gontijo e Mancha; Alemão, Kauê (Yuri) e Leomir (Léo Torres); Magalhães, Paulo Morais e Pedrinho;

Tupynambás – Técnico: Guiba

Glaysson; Catatau, Lucas Hipólito (Lucas Coutinho), Adriano e Vinícius Belo Vale;, Guilherme, Gustavo Crecci e Wilson (Maicon); Yan, Richard (Aurélio) e Ademilson;

Gols

Tupynambás: Yan (34 minutos do primeiro tempo)

Guarani: Léo Torres (44 minutos do segundo tempo)

Comissão de arbitragem

Árbitro: Wanderson Alves de Souza

Assistentes: Ricardo Junio de Souza e Pablo Almeida Costa

Adicional 1: Emerson de Almeida Ferreira

Adicional 2: Antonio Márcio Teixeira da Silva

Quarto Árbitro: Gabriel Murta Barbosa Maciel

Quinto Árbitro: Fernanda Nandrea Gomes Antunes  

 1 2 3 4