POLICIAL

Logomarca

NOTÍCIAS - POLICIAL

Policial Militar é suspeito de participar de roubo a joalheria em Divinópolis

24/04/2018

imprimir Facebook Twitter Google
Capa

A 7ª Região da Polícia Militar divulgou na noite desta terça-feira (24) uma nota à imprensa esclarecendo que existem fortes indícios de participação de um policial militar, lotado no 23° Batalhão, no roubo a uma joalheria ocorrido na tarde de segunda-feira (23), no centro de Divinópolis.  

De acordo com a nota, o Militar, que é 3ª Sargento, teria repassado informações pelo aplicativo WhatsApp, sobre a localização de viaturas policiais nas proximidades da joalheria assaltada, visando facilitar a ação dos infratores.

Ontem à tarde, a PM prendeu um dos autores do roubo. Com Douglas Ribeiro Silva, de 27 anos, a polícia encontrou aproximadamente 200 itens dentre colares, pulseiras e anéis, com valor estimado em R$70.000,00. As conversas com o 3ª Sargento informando a localização das viaturas aos bandidos ficaram registradas no celular do suspeito detido.

O Militar, que não teve o nome revelado, teve o telefone celular apreendido e foi conduzido para a Delegacia da Polícia Civil para ser ouvido pelo delegado de plantão sobre sua participação no roubo.  

Ainda de acordo com a nota, a Polícia Militar irá instaurar, com base no Código de Ética e Disciplina Militar,uma Sindicância administrativa para apuração dos fatos e adoção das medidas cabíveis.


Confira a nota da PM


7a Região da Polícia Militar

Nota à imprensa

Após várias diligências realizadas pela Polícia Militar na busca da  identificação dos autores envolvidos no Roubo à Joalheria, ocorrido na cidade de Divinópolis na data de ontem, 23/04/18-Seg, em que um autor foi preso pela PM na posse do produto do crime, foi verificado fortes indícios de participação de um policial militar, lotado no 23° Batalhão, o qual teria repassado informações, pelo aplicativo WhatsApp, sobre a localização de viaturas policiais nas proximidades da joalheria assaltada, visando facilitar a ação dos infratores.

Com base nos indícios coletados, inclusive em conversas registradas no celular do autor preso ontem, durante diligências realizadas pela PM nesta data, 24/04/18-Ter, o telefone celular utilizado pelo militar na ação criminosa foi localizado em seu poder e apreendido.

Diante dos fatos o militar foi conduzido juntamente com o telefone apreendido até a Delegacia de Polícia Civil, onde será ouvido pelo Delegado de plantão sobre sua participação no roubo. 

Ressalta-se que a Polícia Militar ainda irá instaurar, com base no Código de Ética e Disciplina Militar,  uma Sindicância administrativa para apuração dos fatos e adoção das medidas cabíveis. 



 1 2 3 4 Fim