POLICIAL

Logomarca

NOTÍCIAS - POLICIAL

Polícia Civil detalhe morte de segurança no Parque de Exposições

27/09/2021

imprimir Facebook Twitter
Capa

Em depoimento na Primeira Delegacia Regional da Polícia Civil de Divinópolis, o empresário Pedro Lacerda, de 32 anos, negou que teria agredido o segurança Edson Carlos Ribeiro, de 42 anos, morto após levar um soco no pescoço na noite do último sábado, em um evento musical no Parque de Exposições de Divinópolis.

"O investigado, assistido de seu advogado, nega qualquer tipo de agressão", o delegado Renato Alves da Fonseca durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira (27).

Ainda de acordo com o delegado, testemunhas ouvidas até o momento sustentam a versão de que o empresário agrediu o segurança após ser barrado na entrada do camarote, por não ter acesso ao local. O suposto soco inglês, que teria sido usado na agressão, não foi encontrado.  

Pedro Lacerda foi enquadrado por lesão corporal seguida de morte. A pena para esse tipo de crime varia de quatro a 12 anos de prisão. Ele está preso preventivamente no Presídio Floramar.

O laudo da perícia deverá apontar a causada e circunstância da morte. "As provas técnicas, aquelas que são elaboradas pelo perito no local dos fatos e também pelo médico legista, durante a necropsia, ainda não chegaram", disse o Chefe do 7ª Departamento de Polícia Civil, Flávio Tadeu Destro.  


 1 2 3 4 Fim